Sexta-feira, 20 de Março de 2015

Sonho de Verão

 

A sombra da árvore mexe c'o vento,

Espreguiçando-se dando-me alento,

Lá longe me pede e me conduz,

Num mar de encantos que me seduz.

 

Tempo estival ao sossego convida,

Fico por baixo, dá-me guarida,

A tentação não consigo evitar,

É grande o impulso me deixo levar.

 

Se assim não fora eu não o faria,

Mas o calor é muito haja alegria,

E aqui à sombra que sensação,

Ramada que afaga a minha mão.

 

Que bela árvore esta videira,

Oh bela rama que brincadeira,

Não queria parar de sonhar,

Uva catita me hei-de lembrar!

 

publicado por Carlos Pereira às 16:37
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. ...

. O Moinho Velho

. Casa de pedra e barro rui...

. Mulher

. Só mente Abril

. Nenhures

. Cem anos a salvar vidas

. Rebeldia de amor

. Rescaldos

. Tentação

.arquivos

. Outubro 2016

. Março 2016

. Abril 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Julho 2014

. Abril 2008

. Março 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds