Domingo, 28 de Dezembro de 2014

Torrão Luso

Morre a gente lusa, ficam os tais,

Neste abandono encanto de outrora,

Erram os políticos e outros mais,

Querem expulsar-nos daqui para fora.

 

A velha Troika mas que apagão,

Vai-nos ditando tamanha desdita,

A lapiseira trémula em minha mão,

Vai rabiscando o que a mente dita.

 

Bendita sejas nação que foi nossa,

Se um dia já tarde voltares a ser,

Lembra-te do erro que deixou mossa,

Para não o voltares a cometer.

 

Vendidos, comprados aos vendilhões,

Haja fé na imaculada Musa,

Salve, pátria ditosa de Camões,

Morram os chacais, viva a gente Lusa!  

publicado por Carlos Pereira às 23:04
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. ...

. O Moinho Velho

. Casa de pedra e barro rui...

. Mulher

. Só mente Abril

. Nenhures

. Cem anos a salvar vidas

. Rebeldia de amor

. Rescaldos

. Tentação

.arquivos

. Outubro 2016

. Março 2016

. Abril 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Julho 2014

. Abril 2008

. Março 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds