Sexta-feira, 20 de Março de 2015

Vida por vida! Que vida?

 

Dois cedros á espera,

É o tempo que passa,

Nas mãos a esfera,

A vida que grassa!

 

De um passado recente,

Num “bouquet” de emoções,

Dois colegas! É gente,

Árvores, dois corações.

 

Este mundo, esta bola,

Nas mãos duma criança,

Ao bombeiro consola,

Só resta a lembrança.

 

Aquilo que eu sinto,

Um carinho fraterno,

Pr’ó Francisco e Jacinto

Monumento eterno.

 

publicado por Carlos Pereira às 16:35
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. ...

. O Moinho Velho

. Casa de pedra e barro rui...

. Mulher

. Só mente Abril

. Nenhures

. Cem anos a salvar vidas

. Rebeldia de amor

. Rescaldos

. Tentação

.arquivos

. Outubro 2016

. Março 2016

. Abril 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Julho 2014

. Abril 2008

. Março 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds